Não se afaste de Deus só porque alguém te machucou dizendo-se em nome dele!

Não é difícil encontrarmos pessoas machucadas emocionalmente pelas “igrejas” e que têm dificuldades em receber Cristo de verdade pelos traumas que estão associados ao seu passado dentro de uma instituição religiosa. Outros ainda permanecem na mesma instituição, mas com cicatrizes ou bloqueios que muitas vezes as impedem de desempenhar a plenitude de sua vida cristã.…

Ler mais

O inferno espera os crentes que “se acham” merecedores do céu!

Frequentar uma igreja, ser religioso não nos faz melhor que ninguém nem nos dá direito adquirido à salvação. Necessitamos da misericórdia e da Graça de Deus tanto quanto o pior pecador que possamos identificar! Expressões e “crentices” como: “Nós que servimos a Deus” ou “Senhor eu que sou teu servo”, “Nós que frequentamos a sua…

Ler mais

Quando a cantina denuncia a falta de foco da igreja na sua missão!

Hoje, em muitas igrejas é prática comum ao final de um culto de domingo, se ter a opção de aproveitar e passar na cantina e comprar algo ou mesmo participar de outras promoções e assim cooperar com alguma atividade da igreja. Antes que apareçam pessoas com “crentices” falando que é errado comércio na igreja e…

Ler mais

Visitantes realmente sentem-se bem vindos na igreja?

O que as igrejas mais tradicionais fazem para dar boas vindas a um visitante pode dar o resultado exatamente contrário ao que se pretende! A tradição interiorana na forma de receber os visitantes na igreja se perpetuou por todo lado e em nome disso ao invés de deixar um visitante feliz e à vontade, causam-lhes…

Ler mais

Qual o preço de sua consciência? Até onde você é capaz de defender o que é certo?

Estamos prestes à comemorar os 500 anos da Reforma Protestante iniciada em 31 de Outubro de 1517, no Castelo de Wittenberg, na Saxônia. Lá, Martinho Lutero afixou suas 95 teses convocando a Igreja para o sadio debate e reavaliação de conduta, sobretudo em termos governamentais,  teológicos e litúrgicos. Não aconteceu inicialmente como Lutero desejou! Ele…

Ler mais