Culto da virada: Transitando entre adoração, gratidão e superstição!

Culto é culto e o próprio nome já define: cultuar é prestar adoração, portanto toda nomenclatura marketeira não pode interferir no principal: a Adoração à Deus!

Não há problemas em criar estratégias para atrair pessoas para um culto, o que não pode ser normal é chamar de culto algo que usam um templo para festejar motivos terrenos e alimentar a ganância e a superstição das pessoas!

Porque superstição? Uma das definições que facilmente encontramos na internet é que superstição é crença em presságios e sinais, originada por acontecimentos ou coincidências fortuitos”, ou seja: você vai no tal culto da virada somente porque no ano passado você não foi e o ano não foi bom, ou vai passar a virada do ano ajoelhado porque isso atrai bênçãos para o ano novo, etc., isso é superstição pura, tanto quanto a cor da roupa que dizem que se deve usar!

Um culto de virada de ano, primeiro, dever ser de adoração a Deus, depois de gratidão e em última instância de petição, e claro, tudo submisso à soberana vontade de Deus, o que muitos se esquecem e por desconhecimento da bíblia, insistem em querer impor sua vontade, porque tem medo que a vontade de Deus não corresponda à aquilo que querem.

Essa idéia idiota que se tem, de que Deus castiga ou não abençoa seu ano porque você fez ou deixou de fazer isso ou aquilo é pura superstição, vinculando as ações e a graça de Deus à méritos pessoais, isso é empobrecer Deus demais e desprezar seu inestimável amor e suas misericórdias. Isso é apenas uma pobre estratégia que muitas igrejas usam para incutir medo na cabeça das pessoas para criar motivos e obrigações baseadas em pura religiosidade e assim atrair mais público para suas atividades.

Vá sim ao culto da virada de ano, mas com um coração grato e uma disposição de fé e esperança pelo ano novo, mas sobretudo, para se colocar na posição de adorador e servo, disposto a servir ao Senhor e a seus propósitos e assim viver mais mais um ano novo dentro dos propósitos dele! O que passa disso, …deixa quieto!

Pr. Eroni Fernandes

Um comentário em “Culto da virada: Transitando entre adoração, gratidão e superstição!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s