A resposta é óbvia e não faz sentido se for outra, porque se o livro mais importante não for a bíblia, simplesmente não pode ser uma igreja cristã, é apenas uma denominação que usa o cristianismo e a bíblia para outros fins, principalmente para explorar a fé das pessoas e obter vantagens financeira disso.

Infelizmente, devido às benesses e confortos materiais que a o dinheiro traz, muitas igrejas hoje são empreendimentos imponentes, potências econômicas e financeiras, cujo foco principal é o funcionamento e crescimento da organização, fortalecimento do poder de homens e não no evangelismo que é a sua missão missão essencial.

Vejamos algum sintomas que demonstram o crescimento da importância do livro caixa sobre a bíblia:

  • A igreja tem um diretor financeiro remunerado e o evangelismo é um simples departamento dirigido por voluntários;
  • A igreja mantém proporcionalmente a seu caixa, altos volumes de dinheiro aplicados no mercado financeiro enquanto deixa de investir no crescimento do Reino de Deus.
  • Faz altos investimentos em coisas que não produzem resultados diretamente em sua missão primordial;
  • O Evangelismo não tem um método ou plano definido, e principalmente uma verba de investimento definida, sobrevive pela ação de abnegados irmãos que muitas vezes usam seus próprios recursos para cumprir a missão da igreja;
  • Os missionários são tratados em segundo plano e tem um caixa separado e minguado que arrecada com sacrifício os recursos para seu sustento;
  • O crescimento financeiro, patrimonial e estrutural é mais vistoso que o resultado em almas;
  • As pessoas estão na igreja mais em busca de prosperidade e benefícios pessoais que pela sua salvação;
  • No momento da oferta a ministração é mais focada no desafio por quantidade ofertada que por qualidade na adoração através da oferta, e o exercício da fé em plenitude;
  • O ensino para dizimar é mais focado na ameaça e castigo a quem não dá, que na generosidade de quem é grato a Deus e leva parte de seus recursos à sua casa;
  • Os maiores e mais potenciais contribuintes tem tratamento diferenciado ante os demais;
  • A remuneração e privilégios do líder principal é desproporcional ao que recebem obreiros que servem a igreja no dia a dia, não havendo justiça e equidade nos critérios.

Enfim, as pessoas sábias facilmente entendem e percebem o que acontece quando o livro caixa, claro que nunca de forma assumida publicamente, é mais valorizado que a bíblia como norteador das ações da igreja. Quando chega-se nesse ponto, é porque tudo está perdendo o sentido, a igreja na essência passa a ser uma organização mais empresarial que um organismo espiritual e logo, as pessoas que a frequentam, o fazem maus buscando para si bens materiais que a libertação dos seus pecados. É nesse ponto que se abre espaço ao predomínio de Mamon, o Dinheiro sendo um deus na igreja, e como Jesus falou, não tem como servir a Deus e ao dinheiro, então, não há como ser igreja de verdade quando o livro caixa mesmo que de forma não velada, ganha em importância da bíblia sagrada.

Pr. Eroni Fernandes

Posted by:Eroni Fernandes

Empresário, Pastor, defensor de uma igreja MENOS INSTITUIÇÃO e mais IGREJA DE VERDADE, relevante, focada na missão e com dedicação à sua razão de existir: Evangelizar e levar paz, alívio e salvação ao seu redor, expandindo na sua redondeza e alcançando o mundo.

2 respostas para ‘Bíblia ou Livro Caixa, qual o livro mais importante para sua igreja?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s