A essência da discussão de usos e costumes nas igrejas não está no certo e no errado disso e sim o status de doutrina que isso alcançou na mente de muitos lideres e pessoas, até acima de valores de caráter, ao ponto de chegarmos a conceitos e atitudes extremistas como os exemplos adiante:

  • Uma pessoa de minha família, já de idade e a vida toda na igreja, tem isso petrificado como pecado “mortal” na sua mente que certa vez tivemos a maior dificuldade com ela porque precisava fazer aquele exame de esforço cardiovascular na esteira e para isso precisava colocar uma calça de agasalho por ser uma roupa adequada para isso. Foi uma resistência enorme em usar esse tipo de roupa porque na sua cabeça ao fazer isso estaria desagradando o Senhor e interferiria em sua salvação;
  • No sul do Brasil onde temos regiões com inverno rigoroso, é comum vermos senhoras que mesmo dentro de suas casas não colocam um agasalho mais adequado se for na forma de calça comprida, mesmo em temperaturas baixíssimas, e o que dizer daquelas que para sair às ruas ou ir para a igreja, se submetem ao frio extremo ou se vestem com aqueles figurinos beirando exposição ao ridículo para proteger-se?
  • Mulheres que são obrigadas a viver uma “dupla personalidade cristã” porque na sua vida em sociedade usam um figurino normal, mas para ir à igreja, mesmo a contragosto e entristecidas se submetem ao “padrão”, vivendo um “faz de conta” que sigo a regra. Comportamento que contrariaria um dos princípios básicos do evangelho que é a vida e testemunho imutável em qualquer situação e a sinceridade de coração em sua vida com Deus;
  • No outro extremo, a exposição do corpo e a sensualidade feminina é largamente praticada dentro do ambiente da igreja onde mulheres usam roupas com transparência inadequada, expõe sensualmente as curvas de seus corpos, usam saias extremamente curtas, em situações mais extremas chegam a expor até partes íntimas de seus corpos, mas isso é aceito como normal porque é saia, blusa ou vestido que são dos usos e costumes da igreja.

Onde está a lógica doutrinária, o cuidado com a decência, sensualidade, exposição do corpo, ou mesmo bom senso em tudo isso? Até onde vamos cultivando idéias retrógradas sem fundamento na lógica da fé cristã, valorizando o exterior e esquecendo de ser testemunhas de Cristo e principalmente, lutar contra os pecados de de caráter, aqueles cujos frutos transformam uma sociedade?

O problema não está em adotar ou valorizar os usos e costumes e sim colocá-los em status de doutrina e acima do testemunho de vida do cristão, que enquanto se formam mentes cauterizadas assim, os pecados de caráter, as mentiras, as falsidades, pecados sexuais, pornografia, inveja e toda sorte de desvios doutrinários passam ao largo no dia a dia da igreja porque se formou um conceito do visual externo deixando de lado muitas vezes o testemunho de vida que é a essência de ser cristão, ao ponto de em muitos locais, ser crente já não tem diferença do mundo na forma de viver, mas na forma de se vestir, no uso do cabelo, barba ou terno, tudo puramente superficial e exterior.

Não é o objetivo convencer pessoas a se vestir diferente, desse ou daquele modo ou mesmo combater a literalidade nessa prática de usos e costumes: vistam-se como achar melhor, desde que seja decente, mas sim, valorizem e vivam o caráter intocável do cristão e produzam testemunho e frutos dignos do arrependimento, mas que do nosso interior para o exterior, Cristo emane em cada um dos nossos passos para que o mundo veja realmente Cristo em nossas vidas e não em nossa aparência.

Pr. Eroni Fernandes

#500anosdareformaprotestante #reformaprotestante500anos #avivamento #desigrejado #pastores #novosreformadores #igrejareformada #usosecostumes

Posted by:Eroni Fernandes

Empresário, Pastor, defensor de uma igreja MENOS INSTITUIÇÃO e mais IGREJA DE VERDADE, relevante, focada na missão e com dedicação à sua razão de existir: Evangelizar e levar paz, alívio e salvação ao seu redor, expandindo na sua redondeza e alcançando o mundo.

5 respostas para ‘Usos e Costumes – Roupa e cabelo acima do caráter?

    1. O objetivo da matéria não é focar no estilo de roupa e sim no valor do testemunho e no cuidado por dentro e por fora, veja esse trecho:
      “Não é o objetivo convencer pessoas a se vestir diferente, desse ou daquele modo ou mesmo combater a literalidade nessa prática de usos e costumes: vistam-se como achar melhor, desde que seja decente, mas sim, valorizem e vivam o caráter intocável do cristão e produzam testemunho e frutos dignos do arrependimento, mas que do nosso interior para o exterior, Cristo emane em cada um dos nossos passos para que o mundo veja realmente Cristo em nossas vidas e não em nossa aparência”.
      Caso não ficou claro algo, alguma dúvida específica, por favor, estamos a disposição.

      Curtir

    1. Não confundir isso com doutrina bíblica! A decência, o cuidado com a exposição do corpo isso sim, mas o bem ou mal não está no tipo de veste e sim no cuidado em vestir-se de forma decente. Hoje há muito mais indecência e instigação à libido por saias curtas e justas nas igrejas conservadoras que na pureza das mulheres que vestem calça nas igrejas mais liberais. Cuidado sim! Hipocrisia não!

      Curtir

  1. Quem obedece mais e tem mais disciplina é quem devia mais e foi mais perdoado, não julgo quem não obedece essa doutrina,mas não gostaria de ver a minha casa fora dela,e mesmo assim ainda acho que falta muito pra mim ainda, quero me santificar mais, essas coisas sabe que não se pode mais pregar nas igrejas,sou convertido só a dez anos, tenho 49, imagina o que já vivi no mundão, se pudesse gostaria que muitos entendessem a visão do chamado de Deus, essa obra é muito árdua mais vai valer a pena no final.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s