Um dos terrenos mais férteis para semear engano no coração do ser humano são o medo, a fé e a ganância.  Quando se consegue juntar os três em um só lugar, como em uma igreja, se tem a mais letal das combinações para manipular e explorar pessoas.

Infelizmente, debaixo do teto de um templo, encontra-se um dos mais perfeitos ambientes para que se explore essa fragilidade humana travestido em nome de igreja, talvez cheio de boas intenções, usando parcialidades na interpretação bíblica e combinado com os anseios de uma ampla gama de pessoas, desde as mais fragilizadas até aquelas simplesmente gananciosas.

Mas quais seriam as razões que potencializaram esse mal que hoje atingiram em cheio até as igrejas mais sérias e tradicionais? Elencamos algumas:

  • Como Deus conhece essa fragilidade humana, a bíblia trata muito de temas ligados a bens e riquezas, que tomados parcialmente, fertilizam a argumentação e sustentação de teses que mesmo sendo meias verdades, tornam-se verdades e meias para pessoas incautas ou aquelas que anseiam por soluções mirabolantes de seus problemas, e aceitam facilmente, por estar escrito na bíblia e sendo falado na sua igreja, mesmo que de forma distorcida;
  • Debaixo do teto de um dito templo e até de uma igreja séria, argumentos mesmo que toscos e enganosos, mas “biblilizados”  ganham um ar diferente de credibilidade e aí as pessoas vivem por anos enganadas, pela maneira “desarmadas” que lá vão pra ouvir algo de Deus e ainda  porque os mais espertos usam o imensurável “tempo de Deus” e outros artifícios da fé para manter as pessoas permanentemente sob o domínio de um engano estruturado;
  • A fé é algo abstrato para o ser humano e dentro de seu espectro, cabe as mais ousadas e até mirabolantes teses, o que facilita todo tipo de argumentação e estratégias enganosas para explorar as pessoas;
  • O ser humano é folgado por natureza, gosta de comprar atalhos para atingir seus objetivos. Isso os leva facilmente a acreditar em promessas de enriquecimento fácil ou conversas fúteis, tanto é, que em pleno século XXI, o velho golpe do bilhete premiando ainda encontra terreno fértil;
  • A ganância natural do ser humano já lhe move com facilidade ao abstrato e somado ao componente “fé” que cria um ambiente esperançoso, e à vulnerabilidade natural daqueles que tem medo de não ter o mínimo que precisam, resulta na combinação perfeita para que sejam explorados e até manipulados;
  • O esgotamento espiritual de líderes e a alta exigência de conteúdo na atualidade induz estes ao atalho do mais fácil, porque do contrário custa muito esforço e uma energia que já não possuem para o estudo, a preparação de conteúdo e principalmente a custosa busca da espiritualidade estável para ministrar com a revelação e autoridade divina;
  • As próprias igrejas encontraram nessa temática uma atratividade excelente para manter seus templos cheios e assim aumentar sua arrecadação financeira,  usando esse oportunismo e, para aquelas menos sérias, o formato ideal para explorar o povo, e descaradamente arrecadar dinheiro e potencializadas com a facilidade de encontrar público de sobra querendo isso, tanto dentro, quanto fora delas.

Enfim, são inúmeros pontos a serem considerados, mas a verdade é que igreja não é local de engano, exploração de pessoas ou de uso de meias verdades bíblicas para manter ou iludir o povo. Igreja é lugar de se pregar o evangelho puro e verdadeiro que transforma pessoas pecadoras, semeia esperança, não em vida terrena ou bens materiais, mas num relacionamento real com Cristo para se ter paz enquanto se vive num mundo tão turbulento e ainda por fim alcançar a vida eterna.

Não se pode falar desse assunto sem ressaltar aquelas igrejas que pregam a verdade, são relevantes para as vidas das pessoas e ainda fazem obras sociais fantásticas cumprindo com galhardia a missão dada por Deus e fazendo a diferença nas comunidades que estão inseridas. A estas toda credibilidade!

Cabe a cada pessoa com sabedoria, não confundir Deus com essas fragilidades humanas que tanto frutificam por aí e assim tomar cuidado para não abandonar ou perder sua fé por causa desses poucos que distorcem conscientemente as verdades, mas sim, permanecer firme e somar-se à maioria daqueles que vivem com significado e refletem um pouco da luz de Deus neste mundo tão cheio de escuridão.

Pr. Eroni Fernandes

Posted by:Eroni Fernandes

Empresário, Pastor, defensor de uma igreja MENOS INSTITUIÇÃO e mais IGREJA DE VERDADE, relevante, focada na missão e com dedicação à sua razão de existir: Evangelizar e levar paz, alívio e salvação ao seu redor, expandindo na sua redondeza e alcançando o mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s