As igrejas acostumaram a ser apenas moralistas e estão preparadas para combater ou “punir” os pecados visíveis: PECADOS MORAIS, ou os descumprimento de REGRAS mesmo que estas, teologicamente falando não sejam pecados, mas assim são classificados em nome de se conservar a tradição. Isto normalmente é cuidado de forma rigorosa.
Por outro lado, os PECADOS DE CARÁTER, aqueles tão ou mais danosos quanto os pecados morais, embora até “combatidos” dos púlpitos, se acomodam entre o povo e aderem muito facilmente entre lideranças.
Essa classificação tácita, se dá pelo nível de afetação da imagem moral e externa, ou da visibilidade pública, o chamado escândalo e principalmente do conceito errado de que pecado estaria no ATO E NÃO NA ATITUDE.
Nessa “classe” dos PECADOS PERMITIDOS estão muitos dos PECADOS que estão apenas na atitude das pessoas ou não causam tanto escândalo, como a mentira, tanto falada quanto vivida, a falsidade tanto de opinião quanto de ação, engano tanto a uma pessoa quanto a coletividade, comportamento lesivo a terceiros, e muitos outros mais.
Nesse meio ainda, como peixes em águas turvas podem habitar também os pecados que assediam as lideranças que se estes não forem cuidadosos, ficam vulneráveis a usurpação de poder, manipulação intencional de opiniões, assédio moral a subordinados e pessoas dependentes da instituição, uso da posição para beneficio próprio, uso pessoal de recursos da Igreja, excesso de benefícios, injustiça, desequilíbrio nas remunerações, nepotismo, má gestão de recursos, etc.
Resumindo, pecado é pecado e não tem classe. Todos fazem separação entre Deus e o homem e apesar de ultimamente pouco se falar e ensinar isso, qualquer um deles, se não confessados e se não houver arrependimento é suficiente para uma pessoa ir para o INFERNO, não importando quem seja, desde o mais simples fiel ou quem ocupe sua maior posição, todos prestarão contas da mesma forma e estão sujeitos ao mesmo destino. PECADO É PECADO.

Posted by:Eroni Fernandes

Empresário, Pastor, defensor de uma igreja MENOS INSTITUIÇÃO e mais IGREJA DE VERDADE, relevante, focada na missão e com dedicação à sua razão de existir: Evangelizar e levar paz, alívio e salvação ao seu redor, expandindo na sua redondeza e alcançando o mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s